Seis toneladas de lixo são retiradas de casa de acumulador

Ação preventiva à dengue foi realizada nesta semana.

Pela terceira semana consecutiva, Rio Claro não teve registro de novos casos de dengue, permanecendo com 1.165 casos da doença em 2020. O dado é positivo, mas não significa que a comunidade pode abandonar as medidas preventivas. O acúmulo de materiais inservíveis, por exemplo, contribui para a proliferação do Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue.

Para eliminar criadouros do Aedes e inibir problemas causados pelo acúmulo de materiais inservíveis, a prefeitura de Rio Claro realizou nesta semana ação de limpeza em residência no bairro São Jorge.

Seis toneladas de materiais foram retiradas a fim de impedir a proliferação do mosquito transmissor da dengue e também evitar outros animais que podem transmitir doenças, entre eles roedores e animais peçonhentos. A ação foi realizada por equipes das secretarias municipais de Saúde (Centro de Controle de Zoonoses, atenção básica, Centro de Atenção Psicossocial e Vigilância Sanitária), Desenvolvimento Social, Segurança, Meio Ambiente e Administração.

A situação de acúmulo de materiais em casas, quintais, terrenos e até mesmo nas vias públicas, além de gerar problemas para os moradores da região, acarreta consequências para toda a comunidade. Denúncias de acumuladores ou descarte incorreto de materiais devem ser registradas na Ouvidoria Municipal, pelo telefone 3526-7105.Área de anexos

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *